Voluntários na Delta Cultura

A Delta Cultura é atualmente apoiada por cinco (5) voluntários internacionais que vêm prestando trabalho voluntário no Centro há algum tempo.

A primeira neste grupo está a Lena Saur, uma voluntária alemã, que já saiu. Lena foi integrada no programa de jardim de infância e também teve uma curta experiência na condução das aulas de alemão.
Em seguida, vem Amelie Sztatecsny, uma jovem austríaca que já vai no seu quarto mês como voluntária no centro, fornecendo diariamente e principalmente apoio na sala de aulas de artes, mas também apoiando outros programas como o jardim-de-infância e no apoio escolar.
Nico Lindon, um franco-italiano, que encontrou-se a Delta Cultura através do programa de voluntariado. Nico fornece mais apoio nos treinos de futebol e ele também é responsável pela publicação de artigo nos mídia e ainda faz parte da equipe masculina sénior da Delta Cultura como jogador.
Temos também Joana Gomes, uma portuguesa que veio trabalhar na Delta Cultura através da parceria entre a Delta Cultura e uma plataforma online de voluntariado “Para Onde?
Joana oferece suporte nos treinos de futebol, treinando as crianças do escalão Sub 7, e também no programa de apoio escolar.
Também da plataforma “Para Onde?”, temos a Inês Liberato. Uma jovem portuguesa, que trabalha diariamente com as crianças mais pequenas no jardim-de-infância e no apoio escolar, proporcionando um apoio significativo ao sucesso destes programas específicos.

Temos também Maria Diederichs, uma austríaca, que está trabalhando com as crianças na sala de aula de música, ensinando as crianças a tocar diferentes tipos de instrumentos e também dando uma atenção especial a alguns jovens talentos do Centro.
A última que chega, é também do “Para Onde ?”, Catarina Gonçalves, também portuguesa, que trabalha com as crianças nas Aulas de Português e nas Aulas de Tecnologia da Informação, proporcionando um grande apoio nessas duas áreas.
Todos esses voluntários estão compartilhando espíritos que acreditam que trabalhar com crianças, proporcionando-lhes alegria, emoção, prazer, lazer e uma perspectiva global do que a educação é e o que o mundo é do exterior, pode mudar o mundo para o bem.
Em uma base diária, essas pessoas contribuem para cerca de 100 sorrisos em cada rosto das crianças com que trabalham. De uma maneira que a Delta Cultura deseja que houvesse mais pessoas com um espírito tão belo e humanitário como esses sete (7) voluntários.
Ao escolher trabalhar para nós sem uma taxa, todos vocês provaram que seu tempo e talentos são inestimáveis.
Obrigado por se voluntariarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*
Website